Roger Federer: figurinha da Suiça

  • SumoMe

Roger Federer figurinhaUm desvio na bola depois de um chute sempre muda sua trajetória e a leva para um lugar totalmente diferente do que seria se seu caminho original fosse mantido. Assim se deu com a carreira de Roger Federer. Por pouco, o tênis não perdeu um de seus maiores jogadores de todos os tempos para o futebol.

Alguns anos de sua infância o tenista suiço passou jogando bola com os pés, até perceber que a vitória no futebol não dependia exclusivamente de seu esforço. Como Federer nunca teve talento para perder, correu dos campos para as quadras de tênis onde conquistaria o mundo com sua técnica exuberante.

Mesmo assim, ele nunca abandonou o gosto pelo esporte de seus ídolos da Copa de 90 como Toto Schillacci e Roberto Baggio. e, mais tarde, Ronaldo, Figo e Zidane.

Federer ainda foi embaixador da Eurocopa de 2008 e é torcedor do FC Basel, time que é um dos maiores vencedores na Suiça, mas que está longe de se equiparar aos grandes clubes europeus.

Em 2012, o tenista veio até o Brasil para dar uma canja de sua, aparentemente, restrita intimidade com os movimentos do futebol em um evento promovido pela Gillette em São Paulo. Mas bastou alguns lances para começar a se ver em desvantagem contra seu oponente, o alemão Tommy Haas, e ele rapidamente correu para pegar sua raquete de volta.