Bob Marley: figurinha da Jamaica

  • SumoMe

Bob marley figurinhaPoucos artistas foram tão influentes em todo mundo e menos ainda demonstraram um amor tão grande pelo futebol como Bob Marley. O ídolo do Reggae sempre admitiu: maior que sua paixão pela bola, só a música. Para ele, futebol significava liberdade, um dos valores mais cantados em suas letras.

Apesar de não ter um time do coração em particular, Bob era um grande admirador de Pelé, Maradona e um outro clássico jogador argentino, Osvaldo Ardiles.

Como nunca dispensou uma pelada, não são poucos os registros de sua intimidade com a bola. Tanto que em uma das muitas partidas que ele fazia junto com a banda em meio às turnês e excursões ao redor do mundo, consta um momento célebre ocorrido em 1980, no Brasil. Em um contra histórico, figuraram craques como Chico Buarque, Alceu Valença, Toquinho e seu amigo, o ex-jogador Paulo César Caju.

crédito imagem: http://www.futebolarte.blog.br/musica/bob-marley-isso-e-amor/
crédito imagem: http://www.futebolarte.blog.br/musica/bob-marley-isso-e-amor/

Em 1978, durante a turnê Kaya, Bob Marley e os Wailers inspiraram todo o design das apresentações na Copa da Argentina e ainda dispunham de uma TV no ônibus para que pudessem acompanhar os jogos. Inclusive, como telespectador, Bob Marley tinha o costume de tirar o som porque não gostava dos comentários durante a transmissão.

Quando era criança, Bob Marley chegou até a apanhar de sua mãe por estragar seus sapatos jogando futebol com latinhas e outros objetos depois que saía da escola. História sem dúvida comum a muitos outros garotos.

Já adulto, um de seus projetos era construir um centro de treinamento para garotos na Jamaica, seleção que participou apenas da Copa do Mundo de 1998. Infelizmente, Bob Marley morreria antes, em maio de 1981, em decorrência de um câncer que se alastrou depois de um ferimento no pé ocorrido, por infeliz coincidência, durante um jogo de futebol.